letra do hino covardia lea mendonca



  • Covardia - Léa Mendonça ...
    com essa covardia é Deus... Quem estava em guerra era eu Saqueando o inferno com o meu louvor a Deus Enquanto eu adorava o inimigo covardemente Acertou um dos meus... Quem estava em guerra era eu...
    a providência de Deus Ai daquele que tocar nos bens de um ungido Melhor seria ele não ter nascido Agora quem vai fundo nessa guerra fria Pra acabar de vez com essa covardia é Deus... É Deus... É Deus......
  • Covardia - Edinho e Alessandro ...
    E o vento que toca no meu rosto Nessas noites de frente fria Não se comparam a sua indiferença Nem atitudes de covardia Por que é que tudo acabou se era mais do que paixão No inicio tudo tão...
    Não se comparam a sua indiferença Nem atitudes de covardia Por que é que tudo acabou se era mais do que paixão No inicio tudo tão bonito e depois desilusão E assim se foi o nosso amor Como um oceano... que secou Se não me amava tanto assim Por que brincou E o vento que toca no meu rosto Nessas noites de frente fria Não se comparam a sua indiferença Nem atitudes de covardia...
  • Que Seja Sempre Assim

    Covardia - Léa Mendonça ...
    com essa covardia é Deus... Quem estava em guerra era eu Saqueando o inferno com o meu louvor a Deus Enquanto eu adorava o inimigo covardemente Acertou um dos meus... Quem estava em guerra era eu...
    a providência de Deus Ai daquele que tocar nos bens de um ungido Melhor seria ele não ter nascido Agora quem vai fundo nessa guerra fria Pra acabar de vez com essa covardia é Deus... É Deus... É Deus......
    • Ver letra



    • Covardia - Edinho e Alessandro ...
      E o vento que toca no meu rosto Nessas noites de frente fria Não se comparam a sua indiferença Nem atitudes de covardia Por que é que tudo acabou se era mais do que paixão No inicio tudo tão...
      Não se comparam a sua indiferença Nem atitudes de covardia Por que é que tudo acabou se era mais do que paixão No inicio tudo tão bonito e depois desilusão E assim se foi o nosso amor Como um oceano... que secou Se não me amava tanto assim Por que brincou E o vento que toca no meu rosto Nessas noites de frente fria Não se comparam a sua indiferença Nem atitudes de covardia...
  • Mais Ouvidas



    » Ver Todos