Célia Sakamoto - O Veredito



Pare de dizer que tudo dá errado pra você

Chega de viver assim, pensando que não vai vencer

Sei que o vento tem soprado sim, mas esse vale não será seu fim

Deus vai honrar você, você não vai perder


Sei que quando sopra forte a gente balança

Mas como a palmeira Deus te fez, você não vai quebrar

O choro pode uma noite durar, mas essa noite logo vai passar

Profetizo que o sol em sua vida hoje vai brilhar


Quando o juiz bate o martelo e toma o seu direito

Quando o doutor vê o exame e diz que acabou

O coração parece que vai explodir no peito

Você olha para baixo e diz que não tem jeito

A vontade é de chorar e se entregar à depressão

Nesse momento entra em ação o Nazareno

E pra mudar o veredito mostra que é Senhor

Quando as portas se fecharem todas pra você

Levante as mãos e glorifique e você vai ver

O impossível vai acontecer em seu favor


Sei que quando sopra forte a gente balança...


(Cantado Duas Vezes)

Quando o juiz bate o martelo e toma o seu direito

Quando o doutor vê o exame e diz que acabou

Nesse momento o coração quer estourar no peito

Você olha para baixo e diz que não tem jeito

A vontade é de chorar e se entregar à depressão

Nesse momento entra em ação o Nazareno

E pra mudar o veredito mostra que é Senhor

Quando as portas se fecharem todas pra você

Levanta as mãos e glorifique e você vai ver

O impossível vai acontecer em seu favor


Final:

Quando as portas se fecharem todas pra você

Levante as mãos e glorifique e você vai ver

O impossível vai acontecer em seu favor, em seu favor

Acredite...






Mais musicas de Célia Sakamoto



Top


Mais Ouvidas



» Ver Todos